27/09/2018

Exposição “Interseções em Nível”

Coletivo Contemporâneos
apresenta
Exposição “Interseções em Nível”

Vivemos a era das transformações, da desconstrução de valores consolidados, das metamorfoses da cultura e do fracasso de certas ideologias clássicas da sociedade. 
A era das certezas supostamente inabaláveis está caindo por terra.

As noções de felicidade na esfera do moderno estão intimamente relacionadas com a satisfação imediata das necessidades humanas, necessidades fictícias em grande parte. A busca desenfreada por satisfação parece ser a marca da cultura narcísica contemporânea, o que torna indispensável o “ser feliz”, mesmo que para isso apresentemos uma imagem superficial de aparente felicidade.

As interseções daí resultantes possuem cota idêntica em um mesmo ponto, diferentes formas de enxergar a vida, através de expressões que nos levam ao ponto comum da arte. Filosofia, Psicanálise, Misérias, Virtudes, Artes, Globalização, Trabalho, Política, Direitos, Meio Ambiente, Fé, Comércio, Relações e Sonhos. Quatorze artistas e suas cenas highlights sobre o que compõe o Homem Moderno.

Composto por Adriana Ninsk, Andy Zapata, Cadu Leal, Carlos Valença, Carolinne Maciel, Chiara Krengiel, Herbert Zampier, Luciane Valença, Marcelo Magon, Maria Maia, Philippe Seigle, Ricardo Bhering, Roberto Pinheiro, Wilson Nobrega, o Coletivo Contemporâneos tem sua curadoria assinada pela sua fundadora e integrante, a artista plástica Luciane Valença.

Serviço:

Exposição Interseções em Nível – Coletivo Contemporâneos
Local: Sala de Cultura Leila Diniz
R. Prof. Heitor Carrilho, 81 – Centro, Niterói – RJ
Visitação de 4 a 30 de outubro, de segunda a sexta de 10h às 17h.
Entrada Franca

Diagnóstico de Marketing Digital gratuito para sua Empresa, Agende!

Seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CLIQUE AQUI!

botao.png