28/12/2015

O que devo considerar para criar a identidade visual da minha marca?

A identidade visual de uma empresa é extremamente importante, e muitas dúvidas surgem à tona na hora de desenvolvê-la. Existem marcas que chegam a valer mais do que o próprio patrimônio da empresa devido ao seu poder e influência. Se você está abrindo um negócio ou até mesmo se já possui algum, você deve se preocupar em desenvolver uma identidade visual de qualidade. Para facilitar esse processo, separamos dicas preciosas de coisas que você realmente não pode deixar passar na hora de criar uma marca. Veja quais são:

Identifique valores na identidade visual

A primeira coisa que você deve saber é que a identidade visual da sua empresa é mais do que apenas uma logo. Ela é a representação do conceito da sua marca e pode se estender desde a sua logo até a decoração do seu escritório.

Algo com tamanha proporção deve, sem dúvidas, transparecer os valores da sua empresa da melhor maneira possível. Procure explorar sua identidade visual seguindo as virtudes pelas quais sua empresa preza. Por exemplo, se você é da área gastronômica e um dos valores da sua empresa é a saúde, isso precisa estar claro em sua identidade visual.

Entre as principais vantagens de se fazer isso estão o aumento da identificação do cliente com o seu negócio, fortalecimento do reconhecimento da marca, uma aplicação do conceito da identidade visual em outros meios facilitada e valores mais tangíveis ao consumidor.

Siga os objetivos da empresa

Durante a criação de sua identidade visual, você também deve se dedicar para que ela cumpra com os objetivos de sua empresa. Como ela será uma identificação direta do seu negócio e de sua proposta, nada mais justo do que alinhá-la com o que você busca.

Respeite o seu público

Outra dica importante é que sua identidade visual deve estar coerente com o que o seu público busca. O seu consumidor deve ser capaz de enxergar sua marca e se identificar com ela. Abaixo segue uma lista de questionamentos que você deve se fazer na hora de criar sua identidade visual:

  • Quem é meu público?
  • O que essas pessoas buscam na minha marca?
  • Com quais conceitos eles querem se identificar?
  • Como um único conceito ou símbolo pode resumir para essas pessoas o que eu sou e o que faço?

Preocupe-se com formatos e aplicações

Imagine que você é um diretor de cinema e precisa gravar uma cena. Para fazer isso, você não pode focar sua atenção somente em determinado ponto do cenário: deve enxergar o plano como um todo. O mesmo acontece na hora de criar uma identidade visual.

Você deve se preocupar com a variação de formatos, aplicações, cores (paleta de cores e versões negativas), redução e aumento. Esses cuidados facilitam na hora de aplicar o conceito da sua identidade visual em outros formatos e locais.

Lembre-se de que menos é mais na identidade visual

Use essas orientações na criação de uma identidade visual simples e direta. Você verá que quanto mais fácil for a assimilação da sua identidade, mais eficaz e versátil ela é.

Preocupe-se com a qualidade dos elementos que a compõem e não com a quantidade deles. Lembre-se sempre: menos é mais.

E então, resolveu suas dúvidas sobre a criação da identidade virtual da sua marca? Continue nos acompanhando. Curta nossa página no Facebook e conheça mais conteúdos como esse: é um prazer poder ajudar você!

Diagnóstico de Marketing Digital gratuito para sua Empresa, Agende!

Seu comentário

CLIQUE AQUI!

botao.png